A Maneira Mais Fácil De Viver Uma Vida Sem Importância

Um artigo recente no New York Times compartilha a pesquisa sobre longevidade que revelou que as pessoas que vivem mais tempo, não só têm estilos de vida saudáveis, mas também tendem a se engajar e se conectar com as pessoas ao seu redor. Eles visitam seus vizinhos. Eles dão aulas na cidade. Passam as tradições para seus filhos.

Em outras palavras, eles contribuem para o mundo ao seu redor.

O artigo não saiu a dizer isso, mas o que ele aludiu foi que, como as pessoas envelhecem, elas tendem a encontrar-se a consumir mais criando menos. Para colocá-lo sem rodeios:

a maneira mais fácil de viver uma vida sem importância é consumir o mundo ao seu redor, em vez de contribuir para isso.

Enquanto isso, as pessoas que continuam a contribuir tendem a serem aqueles que continuam a viver.

A mensagem era clara.

As pessoas que contribuem para a sua comunidade vivem mais tempo.

Mas porque isso é verdade?

E como você pode aplicá-lo em sua própria vida?

Como Os Prisioneiros de Guerra Sobrevivem?

Os prisioneiros de guerra que conseguiram sobreviver às condições mais brutais, muitas vezes, reclamaram um dos fatores mais importantes para a sua sobrevivência não são a comida nem a água, mas sim a noção da sua de dignidade e auto-estima.

Em outras palavras, a única coisa que mantém alguns homens vivos na mais terrível das circunstâncias é a crença de que eles são dignos de estar vivos.

Aplicando isto à nossa vida diária, faz sentido que a longevidade seja prevalente em culturas onde a contribuição é conjunta na vida cotidiana.

Por exemplo, é comum ir para a casa de seu vizinho falar todas as noites.

Durante uma conversa frente a frente, você tem que contribuir ou estar sentado em silêncio no canto como se fosse uma pessoa estranha.

O ato de contribuir para uma conversa, não importa o quão simples lhe parece, mas a sua contribuição permite obter uma pequena noção da sua auto-estima.

Sendo que uma parte significativa da conversa faz você se sentir como se fosse uma parte interessante da vida de seu vizinho.

Quando você somar todas as suas pequenas contribuições para as muitas conversas ao longo dos anos, é fácil ver como você pode desenvolver uma forte noção da sua auto-estima quando se vive em comunidade onde a contribuição de todos é típica.

Você pode alterar o curso da vida de outros por aquilo que você cria e contribui.

Quando você fala ou escreve um texto, você influencia as pessoas ao seu redor.

partilhar

Quando você contribui com algo para o mundo, você é importante.

E, assim, o ato de criação aumenta o seu sentimento de auto-estima.

Isso é importante e é muitas vezes perdido online. Está se tornando cada vez mais fácil de gastar nosso tempo consumindo Televisão, Celulares, Twitter, Facebook a web em geral, em vez de contribuir.

Na maior parte do tempo que passamos nesses dispositivos e redes é gasto consumindo o que outra pessoa criou, em vez de contribuir com nossas próprias ideias e trabalho.

O resultado, é que a nossa noção de auto-estima diminui lentamente e nossas vidas se tornam menos saudáveis, menos felizes e menos significativas.

Faça Algo

Quando você deixa de dar contribuição, você começa a morrer.
Como você sabe este site não é sobre viver uma vida longa e saudável, mas também em fazer algo com ele.

E esta nova pesquisa é uma ótima notícia, se você estiver olhando para fazer a diferença. Criar e contribuir para o mundo não é apenas uma peça fundamental de viver uma vida saudável e feliz, mas também mais significativa.

Você não pode controlar a quantidade de tempo que você gasta em nosso planeta, mas você pode controlar o que você contribui, enquanto você está aqui.

Estas contribuições não têm de ser grandes empreendimentos.

Cozinhar uma refeição em vez de comprar uma.

Jogue um jogo em vez de ver um.

Escreva um parágrafo em vez de ler um.

Você não tem que criar grandes contribuições, você só precisa contribuir com pequenas criações a cada dia.

Muitas vezes passamos a vida a visitar o mundo em vez de moldá-lo.

Seja um aventureiro, um empreendedor, um inventor, um empresário, um artista.

Sugerir suas próprias ideias em vez de reagir a todas dos outros.

Seja um participante ativo na vida e contribua para o mundo ao seu redor.

Faça uma boa conversa. Faça bom ato. Faça uma boa aventura. Mas acima de tudo, faça alguma coisa.

Contribuindo e criando não apenas faz você se sentir vivo, te mantém vivo.