Porque A Procrastinação Não Precisa De Cura

Um guia para a procrastinação estruturado, porque a procrastinação não precisa de cura

Recentemente, li um livro e prometi enviá-lo a um amigo no exterior, quando eu estava cheio de trabalho…há cerca de quatro meses atrás. Hoje, finalmente fui nos correios para o enviar, porque a alternativa na altura da promessa era trabalhar neste blog.

Esta é a procrastinação clássica no trabalho.

Se você percebeu que faz isso também, você pode explorar “curas” para a procrastinação, ou dicas para melhorar a sua produtividade.

Eu admito, que passei muitas horas procrastinando, explorando essas mesmas coisas.

De alguma forma, a ironia de perder tempo lendo sobre como não desperdiçar o tempo nunca é suficiente para me mover.

Uma coisa interessante sobre a procrastinação é geralmente comparar com o “ser preguiçoso” e com a “perda de tempo”, e, portanto, ver como um traço muito negativo deve ser corrigido ou evitado.

Um artigo publicado num semário explicava como a procrastinação pode ser prejudicial, psicologicamente:

A essência da procrastinação encontra-se em não fazer o que você acha que deve fazer, uma contorção mental que certamente explica um grande número psíquico do hábito que leva as pessoas á procrastinação.

procrastinacao4

Esta é a coisa mais intrigante sobre a procrastinação:

embora pareça envolver e evitar tarefas desagradáveis, entregando-se, em geral, não faz as pessoas felizes.

Um estudo sobre a procrastinação mostrou que 65% dos estudantes inquiridos sabia que a procrastinação os fazia infelizes e queriam evitar.

Pode ser, no entanto a procrastinar pode realmente ajudar-nos a fazer mais, pelo menos mais das coisas importantes.

Vamos dar uma olhada como a procrastinação realmente funciona, e porque não pode ser tão ruim, afinal.

Falaremos mais sobre este assunto de PROCASTRINAR